Feng Shui para pets

Animais, ervas ou um simples vasinho de alta. Como eles participam ativamente das nossas vidas, mudam a estrutura e a cotidiano da casa, são capazes de ser trabalhados mais a fundo pelo Feng Shui. De acordo com a calma chinesa, abc vivos constantemente aumentam a força afirmativa do local. Bichos de apreço, no entanto, vão também mais afastado.

Casa e animais em equilíbrio

Além de simbolizarem afeição, camaradagem e abnegação, são considerados excelentes na ofício de alastrar o chi a força crucial pelo local. O feito de estarem em citado circulação pelos cômodos, até mesmo no momento em que não estamos em casa, permite que a força flua e não fique estagnada. A princípio, ter um pet dentro de casa é constantemente afirmativo.
Há, no entanto, algumas regras consideradas pelo Feng shui para que esta equilíbrio seja mais bem aproveitada. É bom ficar de atenção, em alguns casos, os pets são capazes de acabar abalando negativamente sua casa!

Alimária necessita de afazeres

Seja qual for o alimária que você tenha, trate-o com aconchego. Mantenha-o constantemente aberto, bem alimentado e sadio. Pets largados, doentes e mal afazeres definitivamente não trazem bons fluidos para seu lar (veja aqui como verificar).

Cada um no seu por causa de lugar

Nada de animais nos material, em cima do sofá ou dormindo em nossas camas. Um alimária não pode “mandar” na casa e nem sequer ser superior as indivíduos que lhe vivem. A ordem natural das coisas não precisa ser abalada. Para o Feng Shui, os espaços de cada um precisam estar bastante bem organizados e determinados.

Um espaço apenas para ele

É fundamental destinar um local somente para o seu bichinho (ideias aqui), no qual ele vai alimentar-se, realizar suas necessidades e ficar constantemente que quiser (ou que você quiser). Já o cantinho de necessidades, precisa ficar no cantiga direito. A caminha não precisa ficar próxima a espelhos ou janelas e, se possível, posicione-a no cantiga adverso do dependência (norteando-se pela localização da acesso da sua casa). Escolha um lugar a que lugar o astro bata com frequência e de preferência, afastado da cozinha.

Os material certos

Escolha constantemente cores próximas ao vermelho-do-cafeeiro e mantenha tudo constantemente bastante aberto. Adotar bem a cama, potinhos de água, alimento e os brinquedos similarmente é uma coisa fundamental. Potes de plásticos não são bastante colegas do Feng Shui, o ideal são materiais mais orgânicos, como uma cerâmica ou um forma de vidro mais robusto. Um alimária não precisa ser o primeiro a ser alcançado na casa.

Nada de brinquedos espalhados por tudo, latidos escandalosos ou pulos intermináveis nas visitas. Acredite, isto similarmente pode abalar a equilíbrio do local.

Feng Shui: tudo sobre esta arte milenar

Já que a onda é nascente, que análogo adaptar a força da sua casa colocando em execução alguns preceitos do feng shui? A milenar e clássico arte chinesa parte do princípio que a administração e uso adequada de material, peças decorativas e abc arquitetônicos é capaz de fazer um local abarrotado de boas energias, no qual se vive em acordo e equilíbrio, no qual se come melhor e no qual se é mais feliz.
É por isto que o ar e a água alicerçam a demonstração claro do termo feng shui, que na essência visa somente adaptar as energias que nos circundam, especialmente o chi, ou força crucial. De acordo com a cultura chinesa, o ar e a água são capazes de transportar e abrir passagem às energias invisíveis da classe que se instalam em nossas casas.

 

Sua fundamentação está nos conceitos da dualidade do Yin e Yang, nas forças das direções terrestres (ou pontos cardeais) e dos cinco abc (madeiro, água, fogo, metal e mundo).
Como todos eles abrange qualidades opostas e complementares, o grande apreço do feng shui é acionar a abertura de um ponto imobilidade. Este imobilidade, acreditam os chineses, é que favorece a circulação da força chi e o surgimento de um local acorde.

Regras iniciais

Elas “prendem” a força, dessa maneira como os imóveis com coberta ostensível. Por que nenhuma força é capaz de andar numa casa desorganizada. O feng shui até aceita os modernos materiais sintéticos, porém, em maior parte é bom evitar algumas formas contemporâneas, especialmente os ângulos agudos e as quinas em paredes, material e itens. A algazarra precisa ser banida da sua vida.

A chegada

Você pode adernar essa setor com ervas, adiado ou sinos. A acesso de chegada da casa, ou afastamento, precisa ser grande, luminosa, bonita e aberto de obstáculos que impeçam a chegada de força. Isto atrai chi (força). Apenas não instale um espelho em frente à acesso e tenha em mente de preservar o espaço bem acomodado.

A dependência

Evite as cores tristes e escuras. Precisa ser aconchegante, bem iluminada, ter uma ideia aberto de obstáculos da setor externa e nenhum demonstração de algazarra. As cores vivas e alegres são as mais indicadas. O ideal é que ela esteja próxima da chegada essencial.
Abra os espaços e opte poucas peças. Na uso dos material, evite assumir opinião sofás e poltronas com as costas viradas para a acesso de chegada. O concentração de material e itens é adverso à circulação de força.
Ao seu aproximadamente, acomode ervas, adiado e qualquer outro componente acalorado, como um aquário ou uma jovem fonte d’água. A tv não precisa ser o componente essencial da casa, por isto não volte todos os assentos para ela.

O quarto

Ele precisa sorrir o afloramento da força yin, abrasador. Isto o preserva abrigado do entra-e-sai de energias. A ornamento indicada é simples e sem vários abc. O ideal é que o quarto ocupe a canhão mais distante possível da acesso de chegada. Isto favorece a equilíbrio entre o casal. A cama precisa ser posicionada em oposição a uma taipa, os membro precisam fazer uma diagonal com a acesso de chegada do quarto e os espaços laterais precisam ser livres e simétricos.
As cores vivas similarmente precisam ser evitadas, dessa maneira como aquários, fotos e quadros que representem ou remetam ao abismo. Aparelhos e abc decorativos que atrapalham o sono são desaconselháveis. Entre eles, espelhos, aparelhos de tevê, eletrônicos, computadores, itens e ferramentas de trabalho, lustres e até inclusive ervas.

Banheiro

A canhão precisa ser clara, bem iluminada e pouco decorada. É constantemente melhor que eles estejam posicionados nos acervo da casa. Cores que remetem ao componente água são as mais indicadas. O dimensão ideal é o acanhado. Dessa maneira, opte os acabamentos brancos, azuis, verdes ou inclusive pretos. A acomodação mais adverso é a central. Ou melhor, o menor possível.
Visto que a água advento deles pode acentuar as energias ruins. Fundamental é ingerir atenção com os vazamentos.

Cozinha

Evite dependurar panelas, temperos ou adiado secas, visto que coisas suspensas pesam sobre a cabeça. Deixar à ideia facas e itens cortantes similarmente não é bastante prudente. É fundamental que essa canhão constantemente esteja aberta e organizada.
Outro ponto que necessita de atenção é a acomodação dos principais das cozinhas. A lavabo de modo algum precisa estar ao lado do borralho, porém efetivamente em frente a ele. Fogão e borralho de modo algum precisam abarbar o centro do local. Este calor central pode ser uma fonte de tensões familiares. Tente preservar o centro da canhão aberto, dessa maneira como a setor de circulação.

Mais detalhes aqui: http://www.sociedadefengshui.com.br

Como criar um ambiente Zen com futon

Peças vindas da Índia, Indonésia, China e inclusive do Japão são combinadas com futons no formato de sofá, de cama, ou por isso de pufes. A propensão invadiu o Brasil na mesma data em que o estilo nascente se tornou roupas. Agasalhado, descontraído e com um toque nascente, este é o clima de um local decorado com futons, os famosos colchonetes japoneses. O resultado é alegre e surpreendentemente relaxante.

 

No Brasil, encontram-se shikibutons de muitas espessuras, formando estofados adequados à nossa existência. O clássico forma de dormir no Japão pede um conjunto de futons adestrado por shikibuton (o colchonete), kakebuton (o coberta) e makura (o almofada). Alargado sobre tatames o conjunto é adotado por ser dobrável e fácil armazenado em gavetas ou armários. Diversas civilizações ficaram conhecidas por usarem acolchoados feitos de algodão ou aborrecido para dormir, porém foram as orientais, especificamente os japoneses, que mais se destacaram no condição.

Além do conforto o futon regula a temperatura do corpo mantendo o frescor no estio e o calor no idade. O algodão natural se adapta às formas do corpo, favorecendo uma alimentação sui generis à coluna e levando a um abismo descanso. A técnica milenar usada na acabamento de futons consiste na superposição de mantas de algodão natural recobertos por finos tecidos e realizado de maneira artesanal.

O pior adverso do futon é a umidade, aconselha-se colocar ao astro periodicamente. A canhão não pode ser banho, nem sequer a seco, por isto, para ajudar em oposição a manchas, é sugerido usar uma abrigo, bando ou camada. O futon é confeccionado artesanalmente e sua consistência varia de 2cm a 3cm para mais ou para pouco. Para mantê-lo aberto basta absorver cada semana a superfície (a escova do aspirador possui que ser aberta).

No Brasil há diversas fábricas de funtons. A técnica usada para a acabamento é a mesma desenvolvida pelos japoneses, o que protege qualidade ao produto. Principalmente são 3 modelos, o colchonete, frequentemente aberto sobre uma estrutura de madeiro ou direto no tatame, o sofá-cama que pode ser fácil agachado, e as almofadas pufes que decoram e levam praticidade ao local. Abraçando as tendências de mercado os futons brasileiros são fabricados com novos tecidos e novas estampas. Escolha o seu modelo, ascenda um incenso, relaxe, e adote um estilo de vida mais calmo.

Aqui um vídeo ensinando a criar o seu futon caseira: